Pesquisar este blog

23.4.09

Bicicletada em Maringá


Movimento internacional de ativismo urbano reforça a importância da bicicleta como meio de transporte

No dia 25 de abril, sábado, acontecerá uma Bicicletada em Maringá. O evento integra o Movimento Bicicletada ou Massa Crítica, iniciado em 1992 em São Francisco nos EUA e que se alastrou para diversos países, a exemplo do Brasil.

De maneira geral, o movimento Bicicletada (www.bicicletada.org ) tem o objetivo divulgar a bicicleta como um meio de transporte, criar condições favoráveis para o uso deste veículo e tornar mais ecológicos e sustentáveis os sistemas de transporte de pessoas, principalmente no meio urbano.

Tradicionalmente, a Bicicletada acontece na última sexta-feira do mês (ou sábado, dependendo da cidade) nas mais diversas cidades do mundo ondeciclistas, skatistas, patinadores e outras pessoas com veículos movidos à propulsão humana, ocupam seu espaço nas ruas. A frase "não estamos atrapalhando o trânsito, nós somos o trânsito" expressa bem a filosofia desse movimento.

Cidade relativamente plana, com ruas e avenidas largas e malha quadrada, Maringá possui características físicas e topográficas que potencializam o uso da bicicleta como meio de transporte. Com uma bicicleta, facilmente é possível se deslocar de um ponto a outro da cidade em um espaço curto de tempo.

No entanto, ainda há problemas em relação ao uso da bicicleta no meio urbano, como falta de conhecimento ao código de trânsito entre ciclistas e motoristas de automóveis, Nota-se com frequência: bicicletas transitando na contra mão, pedalando sobre a calçada, ziguezagueando pelo trânsito; motoristas tirando “fina” de bicicletas, espremendo os ciclistas contra o meio fio ou carros estacionados.

As bicicletas constam no Código de Trânsito Brasileiro como meio de transporte, informando inclusive sobre o espaço que as bikes devem ocupar: Segundo o Art. 58. Nas vias urbanas e nas rurais de pista dupla, a circulação de bicicletas deverá ocorrer, quando não houver ciclovia, ciclofaixa, ou acostamento, ou quando não for possível a utilização destes, nos bordos da pista de rolamento, no mesmo sentido de circulação regulamentado para a via, com preferência sobre os veículos automotores.”.

Ou seja, bicicletas devem andar no mesmo sentido do fluxo, do lado direito da pista. O código também descreve a distância mínima que um automóvel estar ao ultrapassar uma bicicleta: 1,50m no mínimo do ciclista, sob pena de multa, caso este espaçamento não seja respeitado.

Aliando os objetivos gerais do evento Bicicletada em outras cidades, os ciclistas de Maringá propõem esta intervenção urbana para dar visibilidade a bicicleta no meio urbano, exigir respeito ao código de trânsito, incentivar mais pessoas a trocar o automóvel pela bicicleta e encaminhar uma solicitação de construção de uma malha de ciclovias e ciclofaixas, com interligações nos principais pontos da cidade. Não basta existir somente uma ciclovia em uma avenida porque esta deve ser interligada com outras ciclovias para que o ciclista possa se deslocar de um ponto a outro da cidade com segurança

Bicicletada no Brasil
Inspirada na ”Massa Crítica”, o movimento no Brasil foi denominado “Bicicletada”. Tal como a ”Massa Crítica”, o movimento não possui líderes ou estatutos, o que leva a variações de postura e comportamento de acordo com os participantes de cada localidade ou evento. Algumas Bicicletadas apresentam uma forte postura anti-carros, com faixas, cartazes e comportamento que criticam fortemente não só o uso de veículosmotorizados como os próprios motoristas. Esse comportamento tende a ser recebido com ressalvas pelos motoristas, que por vezes se sentem agredidos pelos pontos de vista e atitudes dos manifestantes. Apesar disso, não há relatos de confrontos entre ciclistas e motoristas nas manifestações, que são sempre pacíficas.
Por outro lado, outras Bicicletadas têm se tornado cada vez mais criativas, como a Bicicletada da cidade de São Paulo: já há alguns anos, é visível e crescente a tendência de utilizar bom humor e ações mais duradouras para conquistar os motoristas em vez de confrontá-los, mostrando que a bicicleta é um meio de transporte viável, rápido, saudável e prazeroso, além de passar a mensagem de que os ciclistas têm direito a seu espaço nas ruas.
Essa nova postura tem mais receptividade com os motorizados e se torna mais interessante à mídia não especializada, resultando em uma exposição maior do movimento e principalmente da idéia da bicicleta como meio de transporte. Em setembro de 2006, a Bicicletada paulistana promoveu, junto com outros movimentos e entidades, várias atividades relacionadas ao Dia Mundial Sem Carros, como o Desafio Intermodal e a Vaga Viva. As iniciativas se repetiram no ano seguinte.
É um ativismo pelo incentivo e melhores condições de circulação para a bicicleta, e não um passeio. Existem diversos objetivos, com modificações de acordo com a realidade de cada cidade. No entanto um mote em geral une os participantes:
Pedalar;
Divulgar, estimular, promover e criar condições favoráveis para o uso da bicicleta como meio de transporte;
Integrar os ciclistas da cidade e valorizar a cultura da bicicleta;
Conscientizar os usuários do meios de transporte motorizados da importância da bicicleta para aliviar os congestionamentos;

Dentre a pluraridade de motes, está o lema "um carro a menos", usado principalmente para tentar obter um maior respeito dos veículos motorizados que trafegam nas ruas saturadas das grandes cidades. Outro slogan levantado é o "Nós somos o trânsito". A idéia é deixar claro aos motoristas que a bicicleta é apenas mais um componente da mobilidade urbana e que merece o devido respeito.


SERVIÇO:
Movimento “Bicicletada em Maringá”
Data: 25 de abril de 2009 (último sábado do mês)
Local: Concentração na Catedral
Horário: 9h
Contato: bicicletadamaringa@yahoo.com.br
www.bicicletada.org/maringa

0 opiniões:

Sairam daqui para A Abiose

Sairam daqui para A Abiose

Atenção! Este contador não é 100% confiável

Lorem Ipsum

.

A Abiose Maringaense mundo afora

Só Empresas - 0800 604 1234

A Abiose Maringaense mundo afora hoje