Pesquisar este blog

18.6.10

Em tempos de copa e eleição

Nada acontece, nada se resolve, tudo girando em torno de umas partidas de futebol que servem de justificativa para o Brasil parar. País em que todo mundo se acha técnico, sabem de tudo, mas que na hora do voto segue o princípio do quem dá mais. Nesta eleição, pelas pesquisas realizandas sobre o comportamento do eleitor, nunca se viu tanto “negocismo” em torno do voto. Percebe-se claramente a criação dos velhos currais eleitorais e isso até dentro dos bairros de classe média e alta, onde sempre acreditou-se que havia um maior esclarecimento. Os agentes políticos vão de porta em porta, cadastram as pessoas e depois aparecem cestas básicas, remédios, roupas e outras benesses. Antigamente tínhamos na figura dos coronéis o domínio de grupos de eleitores. Hoje temos gente comprando o voto, trocando, ajeitando tudo, dando em troca qualquer coisa que valha a pena. Mas o maior curral é o formado em pequenos municípios onde a moeda é o cadastro do Bolsa Família e nos Sindicatos Rurais, registrando pessoas próximas de 60 anos para auferirem a aposentadoria rural. É uma bandalheira só. E viva o futebol, o verdadeiro banho de “tcheco” no feofós do brasileiro.

0 opiniões:

Sairam daqui para A Abiose

Sairam daqui para A Abiose

Atenção! Este contador não é 100% confiável

Lorem Ipsum

.

A Abiose Maringaense mundo afora

Só Empresas - 0800 604 1234

A Abiose Maringaense mundo afora hoje